OAB Criciúma realiza ação de conscientização sobre a violência contra a mulher

Movimento será realizado em frente ao estádio Heriberto Hülse, no final da tarde de quarta-feira, 10, antes do jogo contra a Chapecoense.

A violência contra mulher é um assunto que tem repercutido nos últimos tempos. O número de casos de feminicídio aumenta a cada dia. Um estudo divulgado pelo UNODC (Escritório das Nações Unidas para Crime e Drogas) mostra que a taxa de homicídios no Brasil é de 4 mulheres mortas para cada grupo de 100 mil mulheres, ou seja, 74% superior à média mundial. Estes dados estão deixando as autoridades preocupadas. Pensando em alertar a população, a Comissão da Mulher Advogada, da OAB Subseção Criciúma, realiza, nesta quarta-feira, 10, antes do jogo do Criciúma contra a Chapecoense, uma ação de conscientização contra a violência. O manifesto acontecerá em frente ao estádio Heriberto Hülse.

De acordo com a presidente da Comissão da Mulher Advogada da Subseção de Criciúma, Dra. Luciana Borsatto Schmitz, em razão do alto índice de violência e criminalidade cometidos contra as mulheres, em especial a morte da advogada Lucimara Stasiak, ocorrida em Balneário Camboriú, pelo próprio namorado, será feito divulgação com faixas e panfletos sobre a violência. “Não podemos mais aceitar tamanha brutalidade. A sociedade tem que se conscientizar, e medidas públicas e privadas têm que serem adotadas para combater e prevenir crimes de violência cometidos contra as mulheres, em especial o crime de feminicídio que cresce aterrorizando nossas famílias. Vamos todos lutar, e dizer NÃO À VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER”, afirmou.

Para o presidente da OAB, Rafael Búrigo Serafim, o assunto não pode passar despercebido. “Esses crimes são inaceitáveis, são revoltantes. Hoje vemos esses crimes no noticiário, mas amanhã pode ser na casa de qualquer um de nós. Por isso, a importância de conscientizar as pessoas, a não aceitarem nenhum tipo de violência, seja ela física ou psicológica. A OAB, assim, mostra que vai muito além de um órgão de classe: se estabelece também como vetor de transformação social” disse.   

O grupo irá se reunir às 17h30min, em frente ao estádio do Criciúma e o convite para a participação do movimento fica aberto para toda a advocacia e sociedade da região.

Colaboração: Ana Acordi / Ápice 360º

 

Slider